fbpx

Como tornar uma casa “Catfriendly”?

Todos nós já ouvimos dizer que os gatos são animais territoriais. Mas o que significa exatamente isso? Significa que, muito resumidamente, estes animais afeiçoam-se intensamente à casa onde habitam. Isto é, o ambiente que os rodeia influencia significativamente a felicidade e o bem-estar destes felinos. Se o ambiente for aborrecido e desconfortável, o gato vai ser automaticamente infeliz. Isto pode ter como consequência fraca atividade física, problemas comportamentais, distúrbios alimentares e por aí fora.

Pelo contrário, se conseguirmos proporcionar um ambiente enriquecido com objetos catfriendly, teremos um gato feliz e, consequentemente, saudável.

E em que consistem esses elementos catfriendly? Teremos que nos pôr no lugar deles para perceber, recuar um pouco aos seus antepassados felinos e ao seu habitat naturalCaçar presas, trepar árvores, esconder de eventuais predadores, beber água corrente em rios e riachos

Assim sendo, é fácil compreendermos que tipo de objetos poderão ajudar a reproduzir esta natureza, dentro das nossas casas.

1 – Brinquedos

Todos os felinos têm um forte instinto para caçar. Gatos que vivem exclusivamente no interior, de certa forma, são mais propensos a aborrecerem-se por falta de presas para perseguir. Para contrariar este facto, é de extrema importância preencher o ambiente do seu animal com brinquedos. As vantagens são diversas: (1) evita problemas de excesso de peso; (2) auxilia no alívio do stress; (3) ajuda a evitar alguns problemas de comportamento que podem surgir com o tédio, etc.

2 – Fontes

Na Natureza, os felinos são fortemente atraídos por águas correntes, de rios, riachos, fontes, etc. Numa casa ou apartamento a forma mais simples de conseguir reproduzir algo idêntico é através de fontes para gatos, pois estas irão permitir que um gato tenha sempre acesso a água potável, fresca e de qualidade. Águas paradas, como contêm menos oxigénio tendem a ter um sabor menos agradável.

3 – Locais altos

Não é segredo nenhum que os gatos adoram estar em sítios altos. Para entendermos o porquê deste comportamento típico temos de compreender que estes felinos são, na sua natureza, tanto predadores (para animais pequenos como coelhos, ratos, insetos) como presas (para animais maiores como águias, corujas, etc). Assim, este gosto por alturas deve-se imensamente ao seu instinto, pois é nestes lugares que estes animais por um lado se sentem mais seguros e, por outro têm um campo de visão mais amplo para detetar possíveis presas. Lá em casa, é também nos sítios mais altos que estes felinos encontram um maior sossego (por exemplo longe de cães ou humanos que os possam aborrecer).

4 – Esconderijos

Esconder é um comportamento comum não apenas em gatos assustados. Até os gatos mais bravos e corajosos gostam de se esconder. Isto pode acontecer porque estes felinos adoram locais calmos para poderem recarregar as suas energias, longe de barulhos ou outras fontes de stress. Outro motivo é que, por puro instinto, estes animais sabem que estando escondidos podem observar as suas presas sem serem detetados, ganhando vantagem. Leia mais sobre este assunto aqui.

5 – Arranhadores

Sabemos que, para os donos que prezam a sua casa, é frustrante ver o gato a arranhar os sofás/cortinas/tapetes. Porém, é ainda mais frustrante para um gato não ter um sítio para arranhar. Muito donos encaram os arranhadores como um acessório não-essencial e estão completamente enganados. Os arranhadores contribuem imenso para a felicidade de um gato pois o ato de arranhar ajuda a alongar a musculatura do animal e auxilia no alívio do stress. Para além disso, se forem colocados no local certo podem impedir que o gato arranhe onde não deve.

6 – Erva-gateira

Ingerir erva gateira é um comportamento instintivo característico de todos os gatos. Quando andam ao ar livre, normalmente têm ao seu dispor esta erva que cresce naturalmente na terra. Porém, gatos caseiros já não têm a mesma possibilidade e, por isso, nós donos de gatos devemos permitir que eles tenham acesso a estas ervas, semeando-as num vaso lá em casa. Devido ao seu alto teor em fibra, a erva para gatos ajuda a digerir melhor os alimentos bem como as bolas de pêlo. Para além disso, contém micronutrientes importantes que ajudam a preservar a saúde destes felinos.

Cabe-nos a nós tutores de gatos garantir que não lhes falta nada, proporcionando-lhes assim a qualidade de vida que eles merecem.

E a sua casa já está equipada com estes elementos catfriendly? Deixe-nos um comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *