fbpx

5 coisas que os gatos odeiam (Parte 1)

Apesar da sua expressão facial ser ligeiramente monótona, os gatos são bons a transmitir-nos, através da linguagem corporal, quando estão irritados, assustados, chateados, etc. Mas o melhor é evitar que os nossos príncipes lá de casa se irritem connosco, por isso, a Gataria deixa aqui 5 comportamentos que, por vezes, nós donos de gatos praticamos e eles detestam:

1 – Ração exposta ao ar muito tempo

Ração exposta ao ar durante muitas horas tende a amolecer e a ganhar odores indesejáveis, sobretudo quando o clima está quente. Para além disso o crescimento de bactérias também pode ocorrer (principalmente em ração húmida).

Assim, aconselhamos a não encher demasiado a tigela para que a ração sobrante não esteja muito tempo exposta ao ar.

Lembre-se também de que o saco de ração deve ser guardado bem fechado para evitar a entrada de ar e, consequentemente, a deterioração dos ingredientes.

2 – Deixar a caixa de areia suja

Limpar a caixa de areia não é uma tarefa agradável… Mas imagine o seu gato a pisar areia toda cheia de dejetos… ainda menos agradável é, certo?
Os gatos são animais extremamente limpos com um olfato incrivelmente apurado, por isso, se eles repararem que a areia está demasiado suja, arrisca-se a que escolham outro sítio para fazerem as suas necessidades.

Lembre-se que quantos mais gatos tiver, mais caixas de areia deverá ter.

3 – Barulhos muito altos

Trovoada, fogo de artifício, discussões, música alta, são tudo ruídos que podem provocar stress elevado em gatos. Quando este nível de stress se torna muito frequente pode ter como consequência problemas comportamentais e de saúde, incluindo agressividade ou depressão, assim como perda excessiva de pêlo, falta de apetite e excesso de higiene (over-grooming).

Uma dica importante é: quando tiver convidados lá em casa onde o ruído naturalmente se instala, permita ao seu gato aceder a divisões da casa mais afastadas para que se possa acalmar e relaxar.

4 – Contacto visual demasiado prolongado

Na Natureza, os felinos usam o contacto visual prolongado como sinal de ameaça. Assim, por puro instinto, muitos gatos sentem-se desconfortáveis quando nós humanos olhamos para eles fixamente.

Sabemos que é muito difícil não apreciar os lindos olhos dos nossos animais, mas em vez de olhar prolongadamente, experimente piscar os olhos de forma vagarosa. Este comportamento (piscar os olhos lentamente) é feito por muitos gatos para os seus humanos e demonstra confiança e carinho.

5 – Não deixá-los arranhar

Sabemos que ,para os donos que prezam a sua casa, é frustrante ver o gato a arranhar os sofás/cortinas/tapetes. Porém, é ainda mais frustrante para um gato não ter um sítio para arranhar.

Muito donos encaram os arranhadores como um acessório não-essencial e estão completamente enganados. Os arranhadores contribuem imenso para a felicidade de um gato pois o acto de arranhar ajuda a alongar a musculatura do animal e auxilia no alívio do stress. Para além disso, se forem colocados no local certo podem impedir que o gato arranhe onde não deve.

Assim, para que o seu gato se sinta confortável e feliz, nós donos devemos seguir todas estas dicas.

Que tipo de coisas o seu gato não gosta? Conte-nos num comentário.

Um comentário no artigo “5 coisas que os gatos odeiam (Parte 1)

  1. Maria Mendes comentou:

    Graças a este artigo vou alterar o meu comportamento com os meus gatos! Já tinha suspeitado que eles não gostavam de algumas coisas referidas.
    Aprendi bastante! Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *